quinta-feira, 10 de março de 2011

Conversa é isso, sexo é aquilo.

Carnaval. No Brasil, o feriado é conhecido por explorar ao máximo a sexualidade. Aproveitando o clima carnavalesco, resolvi falar sobre SEXO, que apesar de representar um papel diferente na vida de cada um, em geral, é uma forma de comunicação e uma maneira de discutir a relação.

Para alguns casais, o sexo é o elemento reconciliador, sempre transam depois de uma briga. Para outros, funciona como aproximação, acontece depois de um período de distanciamento ou de crise. Também há o sexo movido apenas pelo desejo do momento. Sexo é imaginação, fantasia, como destaca Rita Lee, na música Amor e Sexo.

É evidente que a importância do sexo numa relação varia muito de acordo com o perfil dos parceiros. Porém, numa relação equilibrada ele deve vir acompanhado de uma boa dose de conversa. Como diz uma frase bem conhecida - da qual não me lembro o autor- “Case-se com uma pessoa com quem você converse muito, pois com o passar dos anos será o que mais vão fazer”.

Os casais precisam ter sintonia e química nos dois aspectos, pois a ausência de um deles cria um abismo na relação. Casais que conversam muito e transam pouco vão perdendo a sintonia e ficando cada vez mais distantes. Sentem-se inseguros, pouco atraentes e transformam qualquer coisa em ameaça.

A ausência de diálogo também é maléfica. Acredite: a sintonia sexual não supre todas as necessidades. Para uma relação ser bem-sucedida, o casal precisa sentir admiração, respeito e cumplicidade, e esses sentimentos não são encontrados na cama. São conquistados no cotidiano, na maneira como o outro demonstra o que sente por você e no modo como encara a vida.

Algumas pessoas acreditam que é impossível existir a mesma sintonia nos dois aspectos, mas a atração física e a mental não só podem como devem andar juntas. É possível que você sinta por uma só pessoa uma atração surreal e também uma vontade de dividir todos os momentos da sua vida.

Porém, algumas vezes, essa afinidade nem sempre vem no primeiro momento. O destino não nos apresenta pessoas perfeitas. Essa sintonia precisa ser buscada dia após dia. É uma luta diária. Se há uma relação carnal muito intensa ou uma vontade de passar horas conversando com alguém, já é um belo pontapé. Cabe aos envolvidos desenvolver os demais aspectos.

Isso não é fácil, mas talvez valha a pena tentar. Se o seu parceiro (a) diante de qualquer problema quer discutir a relação, tente vez ou outra dar uma chance de resolver em silêncio, com apenas um beijo. Já se diante de qualquer discussão ele (a) quer resolver tudo na cama, experimente fazer o contrário e converse seriamente. Talvez isso funcione, talvez não.

Seja flexível na sua vida amorosa. Se a conversa não flui, experimente ir pelo erotismo. Se uma boa noite juntos não está preenchendo os vazios, tente o diálogo. Pode ser que assim você construa um relacionamento feliz, mas se não der certo, você poderá dizer que tentou.

Para finalizar o post em grande estilo segue o link da música Amor e Sexo.

6 comentários:

  1. tava na hora de falar de um bom assunto, kkkk.
    que adoro falar e praticar beijo minha gostosa.
    parabens pelo post.

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkk
    Tem gente apaixonados aqui!!!

    ResponderExcluir
  3. Você tem que ser safado na cama é isso que é dialogo!!!!

    ResponderExcluir
  4. KKKKKK
    Anônimos o.O
    Tem que se aproveitar a vida,e saber diferenciar as duas coisas,SEXO e AMOR, e vice-versa,cê soube colocar isso aí em cima.

    ResponderExcluir
  5. Uauuu, excelente post Pati.
    Os "anônimos" aí só falaram do sexo do post, mas o texto foi além disso.
    Foi um belo conselho à todos os casais que buscam o equilíbrio, ou às pessoas que buscam um parceiro.
    Obrigado ^^

    "Partilhar conselhos é uma forma de nostalgia"

    ResponderExcluir
  6. Acho que esse Minha Gostosa foi melhor que o SUA LINDA do pedreiro Online!!! kkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir