sexta-feira, 9 de abril de 2010

Todo mundo odeia eleições




1)Marcelo Dourado. Grande campeão do BBB 10. Polêmico, de opiniões fortes, popular na internet, principal candidato a sucessor de Chuck Norris(se cuida Steven Seagal!), e agora, milionário. Mas uma coisa me preocupa nesse resultado. Não! Não estou dizendo que o cara não mereceu (mereceu, foi um jogador e tanto), e nem temo que a máfia dourada domine o mundo. O que me preocupa é o público. A final do BBB 10 teve 150 milhões de votos (mais que o número de eleitores no Brasil!), e Dourado teve 90 milhões destes (a torcida que PELÉ tinha na copa de 70!).Tá, uma coisa é uma coisa, diria Vilminha, mas, me pergunto: teria Dourado o perfil ideal de um político que o Brasil precisa?

2)Pulseirinhas do sexo. As tão faladas pulseirinhas, populares entre nossos adolescentes, otakus, emos, posers, “sem-filtros”, freqüentadores de pracinhas e amantes de vampiros em geral. Um incidente em Londrina-PR ganhou o Brasil-Baronil semana passada: 4(4?) aliciadores/estupradores/safadões abusaram de uma menor de idade usando como DESCULPA, uma pulseirinha preta que a garota usava. Sabendo disso, a câmara municipal da cidade, está decidindo, em um projeto de lei municipal, banir o uso das pulseiras entre menores de idade. Talvez seja o correto a fazer. Mas será que os políticos dali não estão se metendo em uma questão exclusiva dos pais: decidir que acessório/brinquedo o filho usa? E não é por que eu tenho uma chuteira, que eu vá jogar futebol, é? Não quero defender um lado nem outro. Só perguntar: Queremos políticos, que ao invés de pensar em educação ou saúde, perdem tempo com questões menores, só porque é ano de eleição?

3)Nem Ganondorf, nem Ocelot, nem aquele seu tio que sempre tropeça na tomada na hora errada. O verdadeiro vilão dos games para os brasileiros é o senador Valdir Raupp. O projeto do cara quer a proibição da fabricação, importação ou distribuição de games, segundo ele “ofensivos aos costumes e às tradições dos povos, aos seus cultos, credos, religiões e símbolos”. OMFG! Videogames são um meio de entretenimento assim como o cinema ou a TV! Isso é censura, na verdade. Além disso, os games são considerados a 10ª arte, já que assim como as outras, têm o poder de causar emoção ao espectador. Quem já jogou Zelda, Final Fantasy ou Metal Gear Solid, sabe do que estou falando. Aí a pergunta é simples: Queremos políticos que sejam contra a arte e a cultura?
Eu pergunto isso, por que parece que no Brasil se DESENTENDE o assunto, e tirando políticos e mensalariados, todo mundo odeia eleições.


6 comentários:

  1. um dos motivOs preço dos consoles aki no brasil ser alto é fato deles serem taxados (e os impostos sobre e talz) como itens de luxo. Lá fora são de CULTURA E ENTRETERIMENTO.
    MArcelo já foi preso sometimes por trafico e uso de drogas pesadas e disse que heteros não transmitem aids. E as pulseiras do sexo são tão cafonas quanto a penultima coleção inteira da burberry.

    ResponderExcluir
  2. De acordo com o comentário do nosso amigo dEVO esse Dourado é realmente um desconectado social. E na minha baixa experiência de vida, acho que esse débil mental ganhou esse BBB [que se as pessoas descobrissem o significado macabro deste termo teriam medo até de pronunciar em voz alta], pela sua atitude extremamente MASCULINA, homofóbica que aguça os sensos de justiça das pessoas frustradas pela sua péssima condição social e falta de entendimento do que é a vida, e pela campanha exacerbada que a Rede Globo fez à favor dele contando dos trabalhos sociais e essas coisas. Roma já sabia o segredo e com sua política de Panis et circenses distraia o povo com esses espetáculos. Nos tempos modernos é esse tal de Reality show que prende a atenção, e os assuntos que realmente interessam são deixados de lado pelos próprios que se locupletam do poder político e ainda assim acham que suas atitudes em relação à política são atos totalmente supérfluos que não interferem em nada em suas vidas miseráveis. Ledo engano. Não sabem esses coitadinhos que o imposto, o asfalto, a galeria de águas pluviais a educação e saúde são ELES que pagam. Como tão bem supracitado: Eu pergunto isso, por que parece que no Brasil se DESENTENDE o assunto, e tirando políticos e mensalariados, todo mundo odeia eleições.

    ResponderExcluir
  3. De acordo com o comentário do nosso amigo dEVO esse Dourado é realmente um desconectado social. E na minha baixa experiência de vida, acho que esse débil mental ganhou esse BBB [que se as pessoas descobrissem o significado macabro deste termo teriam medo até de pronunciar em voz alta], pela sua atitude extremamente MASCULINA, homofóbica que aguça os sensos de justiça das pessoas frustradas pela sua péssima condição social e falta de entendimento do que é a vida, e pela campanha exacerbada que a Rede Globo fez à favor dele contando dos trabalhos sociais e essas coisas. Roma já sabia o segredo e com sua política de Panis et circenses distraia o povo com esses espetáculos. Nos tempos modernos é esse tal de Reality show que prende a atenção, e os assuntos que realmente interessam são deixados de lado pelos próprios que se locupletam do poder político e ainda assim acham que suas atitudes em relação à política são atos totalmente supérfluos que não interferem em nada em suas vidas miseráveis. Ledo engano. Não sabem esses coitadinhos que o imposto, o asfalto, a galeria de águas pluviais a educação e saúde são ELES que pagam. Como tão bem supracitado: Eu pergunto isso, por que parece que no Brasil se DESENTENDE o assunto, e tirando políticos e mensalariados, todo mundo odeia eleições. [2]
    hehehehe,totalmente de acordo.

    ResponderExcluir